Magia das Abelhas – Lendas, Mitos e Folclore

por Alan Basilio
10764 visualizações

Além de produzir mel e cera, as abelhas são conhecidas por possuírem propriedades mágicas. Elas aparecerem extensivamente no folclore de várias culturas diferentes. Estas são algumas das lendas sobre o significado das abelhas:

A Magia das Abelhas

  • Em algumas áreas dos Estados Unidos, acreditava-se que uma vez que alguém morresse, era importante a família “contar para as abelhas” sobre a morte. Elas tratariam de espalhar a notícia.
  • Os antigos faraós egípcios usavam a abelha como o símbolo real, durante o período entre 3000 AC e 350 AC.
  • Os gregos acreditavam que um bebê cujos lábios fossem tocados por uma abelha se tornaria um grande poeta ou palestrante.
  • Se uma abelha voa em sua casa, isso significa que alguém vai lhe visitar. Se você matar a abelha, o visitante lhe trará más notícias.
  • Várias deidades são associadas com abelhas e o mel – Afrodite, Vishnu, Pan, Cibele e Ra, apenas para citar alguns.
  • Já ouviu a frase “ocupada como abelha”? As abelhas em uma colmeia realizam repetidamente a mesma tarefa durante todo o dia.
  • Uma abelha que sai com forragem pode voar até dez milhas por dia, reunindo pólen e néctar para trazer de volta à colmeia, uma e outra vez. De acordo com a National Honey Board, uma abelha pode visitar mais de dois milhões de flores para reunir néctar suficiente para fazer apenas uma libra de mel. Assim, as abelhas estão associadas com trabalho árduo e diligência.
  • Se uma abelha pousar na sua mão, significa que o dinheiro está chegando no seu caminho.
  • As abelhas são, em algumas culturas, associadas à pureza. Isso ocorre porque as abelhas operárias que produzem mel nunca acasalam.
  • A escritora J.K. Rowling nomeou o professor Albus Dumbledore em homenagem a uma antiga palavra inglesa relacionada às abelhas. Ela diz que, ao escrever, imaginou o diretor de Hogwarts “vagando pelo castelo e zumbindo para si mesmo”, e então decidiu associar seu nome às abelhas.
  • Na mitologia celta, a abelha é um mensageiro entre nosso mundo e o reino espiritual. As abelhas também são associadas à sabedoria.
  • Abelhas e mel aparecem nos Eddas nórdicos, muitas vezes conectadas com Yggdrasil, a Árvore do Mundo.

Impacto Ambiental

Finalmente, é importante ter em mente o impacto que as abelhas têm em nosso meio – as abelhas beneficiam outros seres vivos polinizando plantas. Isso, por sua vez, afeta o nosso abastecimento alimentar. Sem abelhas para espalhar pólen, estima-se que uma porcentagem significativa de culturas – e, portanto, alimentos – desapareceria de nosso planeta. Infelizmente, com o uso desenfreado de agrotóxicos na produção agrícola, as abelhas pelo mundo todo estão adoecendo e desaparecendo, pois não conseguem voltar para suas colméias. Uma maneira de contribuir para a manutenção do ecossistema é consumir produtos orgânicos, pois são produzidos sem agrotóxicos nocivos para as abelhas (e para humanos também!).

O consumo consciente ajuda a natureza, as abelhas e a sua própria saúde. Tudo está interligado!

Abelha da espécie apis melifera (com ferrão)

Curiosidade

Você sabia que as abelhas mais conhecidas no Brasil vieram da África? A abelha africana (Apis mellifera scutellata) é uma subespécie de abelha ocidental (Apis mellifera). Ela é nativa do centro e sul da África, embora no extremo sul seja substituída pela Apis mellifera capensis. Esta subespécie foi responsável em parte pela ascendência das abelhas africanizadas que espalharam-se pela a América.

Mas, antes da chegada dos portugueses, os índios por aqui já criavam abelhas melíferas – as queridas abelhas sem ferrão. Existem mais de 300 espécies de abelhas nativas no Brasil, também conhecidas como abelhas indígenas. Diferente da apicultura, que cria abelhas africanas, hoje existe um resgate da arte da meliponicultura, a criação das abelhas nativas. Algumas das abelhas sem ferrão mais conhecidas são: jataí, mandaçaia, guarupu, uruçu… todas com lindos nomes indígenas.

A criação das abelhas sem ferrão reinsere essas abelhas no bioma brasileiro, pois elas correm risco de desaparecer também. São seguras para pets e crianças e demandam muito menos espaço, podendo ser criadas até em apartamento 🙂

Para saber mais

Leia mais sobre as abelhas nativas no livro Abelhas sem Ferrão do Brasil.

Para entender melhor sobre o resgate ancestral da meliponicultura, acesse o site do projeto SOS Abelhas sem Ferrão.

Comentários

veja também

FAÇA PARTE DO NOSSO COVEN ONLINE
INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER
Receba dicas e receitas por email.
INSCREVER
*Não enviaremos spam. Apenas magia.
close-link
error: Conteúdo protegido.